26/04/13

Patrícia Pillar prestigia depoimento de Nanini em museu no Rio

No ar como o eterno ‘popozão’ Lineu, de A Grande Família, da Globo, Marco Nanini participou na tarde desta quinta-feira (25) de um evento na Fundação Museu da Imagem e do Som, na Praça XV, região central do Rio de Janeiro.

O ator fez um depoimento sobre sua vida e carreira para ficar gravado nos arquivos da fundação.
E quem fez questão de prestigiar o colega foi Patrícia Pillar, que estava toda sorridente e esbanjou simpatia ao posar para fotos, com seu look moderninho e botinas laranjas.
Carinhosa, a atriz encheu Nanini de carinhos e depois prestou atenção no depoimento do ator.

08/04/13

PATRÍCIA PILLAR NO ANIVERSÁRIO DA CENÓGRAFA YEDA LEWINSOHN


No último, a atriz Patrícia Pillar e o cineasta José Joffily prestigiaram a festa de aniversário de 85 anos da cenógrafa Yeda Lewinsohn.
A festa, entre amigos e familiares, rolou em um restaurante no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro.

30/03/13

Meu Sonho

Oi, é você mesmo, é você aí! Eu sei que você chora, imaginando como será ela, como será o abraço dela e o sorriso. Mas, eu também sei que você acorda sorrindo, pelo fato dela existir e te fazer sorrir todos os dias... Sim, eu sei que você passa incontáveis horas em frente ao seu computador olhando cada detalhe do sorriso, do olhar e até mesmo das pequenas manias e formas como ela passa a mão no cabelo, ou de como ela coloca a mão no queixo... Assim parece que é a única forma de se manter perto dela, certo?


Eu sei que você coopera, sei que passa o dia votando em uma categoria para que ela ganhe um prêmio. Só então, para ter a chance de vê-la recebendo esse prêmio, e tão agradavelmente vê-la sorrindo por mais um trabalho belo. E então, é como se você passasse a ser feliz junto com ela. Eu sei, sei da maneira como você enfrenta tudo e todos, dos obstáculos que ultrapassa, admiro-o por isso. Eu sei das vezes que você teve medo, que tentou desistir, mas o sorriso dele estava tão presente, não é mesmo? E então isso te fez continuar. Sei que pensa que és mais um fã em meio a muitos outros para ela, e, além disso, depois de olhar fotos de outros fãs com ela se perguntou: “será que isso nunca vai acontecer comigo”. Mas quer saber, não pense nisso. Você é forte, quer saber mais, você é um fã que já passou por tantas coisas e chegou até aqui. Então vai desistir assim? Então repita para si que não vai desistir de forma alguma, apesar de toda a distância e as incansáveis tentativas. Sabes por quê? A vida tem um jeito engraçado de nos surpreender, dessa forma ela te prova que estava errada, e quando menos espera realiza os seus maiores sonhos. Então acredite nele, acredite que vai realizá-lo. Mas, Deus nunca disse que seria fácil, apenas ditou que valeria a pena.

Então acho melhor você anotar aí: esse dia que tu tanto espera pode estar chegando a qualquer hora. Sabe aquela hora que você passou anos a se imaginar abraçando a Patrícia, beijando ela e dizendo o quanto importante e especial ela é para ti? Então, acredite que isso vai acontecer e que vai chegar sua hora. Acredite, vai ser muito melhor do que você espera.

E viva o dia do abraço na Patrícia!

Nossa linda Patrícia.

26/03/13

Patrícia Pillar vai a bar na Zona Sul do Rio

Patrícia Pillar foi a um bar na Gávea, Zona Sul do Rio. A atriz - que está de férias desde o fim da novela "Lado a Lado" - bebeu chope e se divertiu acompanhada de amigas na noite desta segunda-feira, 25.

23/03/13

Som Brasil

Patrícia Pillar mandou as maldades da personagem Constância embora e decidiu cair na farra com outro projeto. Ela foi fotografada se divertindo muito durante as gravações da nova temporada do programa "Som Brasil", no Projac. Com um vestido estampado nas cores azul e verde, sapatos de salto alto vermelhos e os cabelos moderadamente cacheados, a loira mandou ver na descontração e curtiu o programa de música brasileira ao lado do diretor-geral, Luiz Gleiser.
Patrícia Pillar confirmou que o programa vai relembrar grandes canções e até confessou que curte o axé. "Já passei muito carnaval em Salvador. Minha mãe é baiana. Então eu acho que tem uma pimenta ai", brincou. O fato é que a apresentadora e atriz ressaltou que o objetivo da atração é revelar a pluralidade musical do Brasil.

21/03/13

Patrícia Pillar festeja a nova temporada do programa 'Som Brasil'

Ela assumirá novamente o posto de apresentadora da atração na nova temporada, que tem estreia prevista para 26 de abril. “É uma delícia voltar a apresentar o ‘Som Brasil’. Tenho orgulho de fazer um programa que fala da nossa história da música, sem esquecer as novidades. É uma festa com uma pluralidade de ritmos”, afirmou ela, que foi a primeira a apresentar o programa, há sete anos.


O diretor Luiz Gleiser falou sobre o formato do Som Brasil. “A ideia inicial, e que se mantém viva até hoje, é a de que o programa celebra a música nacional e aproveita esta plataforma para lançar grupos novos e trazer grandes nomes ao palco. Estamos no sétimo ano, e este é um caso exemplar de qualidade que a TV Globo dedica à nossa música brasileira e que nós fazemos com um esmero técnico inacreditável”, comentou.

O primeiro programa deste ano será com o tema de samba malandro e contará com interpretações de Sergio Loroza, Diogo Nogueira, Aline Calixto e Flávia Menezes.

20/03/13

Patrícia Pillar está de volta ao comando do Som Brasil!

Depois de se despedir da vilã Constância, de Lado a Lado, a atriz é só sorriso durante a gravação do primeiro programa da temporada que traz sucessos do axé nas vozes de Netinho, do cantor Tatau, do Araketu, e da baiana Sarajane. Ao lado do diretor Luiz Gleiser, o quarteto concedeu hoje uma entrevista coletiva no Projac.
Filha de uma baiana e com muitos carnavais em Salvador, Patrícia lembra que o axé faz parte deste painel da música brasileira que o programa traz. “Esse programa é um xodó para mim. Ter quatro bandas tocando para gente é uma festa e mostra muito essa riqueza, essa pluralidade de ritmos que a gente tem”, declara a apresentadora.

19/03/13

Lado a lado: novela termina cheia de elogios!

Poderia ser mais uma novela de época, como tantas outras que já passaram pela telinha e marcaram a faixa das seis horas na grade de programação da Globo. Mas, não foi. 'Lado a lado', novela escrita por João Ximenes Braga e Claudia Lage, mostrou-se muito mais do que apenas um trecho da história do 'Brasil pretérito'. Mostrou-se um delicado enredo sobre um Brasil presente, cínico, incoerente. E perturbador.

Trama de forte apelo crítico (principalmente no que tange o preconceito racial e a desiguldade social), 'Lado a lado' foi irretocável em seus quesitos técnicos, com fotografia, figurino, direção de arte e trilha sonora (moderna e desgarrada do contexto cronológico) sempre emoldurando o desenrolar da história. Um primor visual e para os ouvidos.

Sob a batuta de Vinicius Coimbra (do núcleo de Dennis Carvalho), o folhetim teve uma direção sóbria, sem grandes arroubos criativos, mas adequada a um texto que merecia ser bastante valorizado. E foi. Não somente por seu diretor e assistentes, como também por seu elenco. Este, sim, o ponto mais forte de 'Lado a lado'.

Nos despedimos de um embate marcante entre duas mulheres. Uma vilã elitista vivida com maestria por Patrícia Pillar e uma mocinha determinada a quebrar preconceitos (sem 'coitadismos'), com o toque de charme e talento de Camila Pitanga. Constância e Isabel duelaram por toda a novela, carregando em si muitas questões ainda negligenciadas por nossos olhos. Em tempo: sem qualquer sopro de didatismo.

A crueldade do racismo, o surgimento das favelas do Rio de Janeiro, a força da capoeira como elemento cultural de resistência: estas e outras questões foram levadas à telinha contextualizando uma 'novela de época' que poderia ser apenas mais uma a desfilar serenatas sob janelas, espartilhos e nobres bengalas. Não, vimos uma novela cerebral. Teledramaturgia de primeira, mas racional. Mergulhando em um microcosmo romantizado de nossa história, mas sem qualquer esboço de alienação.

O grande mérito de 'Lado a lado' foi reunir um time afiadíssimo (destaque também para Marjorie Estiano, Lázaro Ramos, Caio Blat, Débora Duarte, Alessandra Negrini e Milton Gonçalves), abençoado com um texto enxuto que levou ao telespectador um passado relativamente distante com efeitos que ecoam no presente de todos os brasileiros.

João Ximenes Braga e Claudia Lage tiraram da zona de conforto o termo 'novela de época'. Estavam lá a mocinha, a vilã, os mocinhos e os coadjuvantes. Mas também estava nossa história, esta protagonista que, quando é bem contada, nos enche os olhos.

No entanto, a audiência da trama não reflete o alto nível qualitativo de 'Lado a lado': média final de 18 pontos no Ibope, a pior da história dentre as novelas do horário. 'Amor, eterno amor', sua antecessora, fechou sua trajetória com média final de 23 pontos. Mas, a esta altura dos acontecimentos, é fato: 'Lado a lado' será muito mais lembrada por sua elegância politizada e seu texto requintado do que por seu Ibope crítico. Ainda bem.

18/03/13

Nota: Uma Conspiração do Silêncio

A colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, postou em sua coluna uma pequena nota sobre uma possível nova peça em que terá de volta ao palcos Patrícia Pillar.


A vida da escultora francesa Camille Claudel renderá nova peça. Patrícia Pillar e Eliane Giardini estarão no elenco de "Uma Conspiração do Silêncio", sobre os 30 anos em que a amante de Auguste Rodin passou internada, com problemas mentais, antes de morrer, em 1943. A relação entre Camille e sua mãe é um dos focos, afirma o diretor Amir Haddad.

Não estamos sabendo de possíveis datas, locais ou sobre a confirmação desta informação, mas vou acompanhar as informações sobre este possível trabalho e assim que tiver notícias postarei.
Gostaríamos muito que isso se concretizasse, pois significa que teremos de novo nossa ídola, depois de muito tempo, em um palco. E claro, ao lado da talentosíssima Eliane Giardini.

17/03/13

E a saudades da Constância está cada vez maior!

Uma personagem que vai ficar para sempre nos nossos corações. Aprendemos muito assistindo lado a lado, até pela forma como ela retratava a história do surgimento das favelas no Rio de Janeiro. A mulher moderna lutando por um espaço na sociedade, a capoeira no auge do seu surgimento, o futebol começando a fazer história no nosso país. Lado a lado foi uma novela a que deixou para quem a assistia um conhecimento grandioso e intelectual. Muita gente se identificou com a personagem da Marjorie, que lutava para escrever no jornal com seu próprio nome, sem pseudônimo. Outros com Edgar, um marido carinhoso e fiel, a quem tinha um amor tão grande pela mulher capaz de ajuda-lá a quebrar todos os tabus que era imposto na época.
Muitas outras com a Isabel, que venceu o preconceito de todas as formas. Tanto socialmente como racialmente! Uma lutadora sem tamanho.
Enfim, muitos outros com o sr. Assunção! Político que aprendeu a ser honesto e digno de respeito.

Já a Constância não era muito de se admirar, porque passou para nós um olhar de mulher preconceituosa, amarga, maldosa, saudosista, intolerável, amante, traidora e muitas outras características ruins. Mas, a cima de tudo, a Patrícia expôs para a gente que ainda sim nos dias de hoje, na nossa sociedade, temos ainda gente assim que precisa ser combatida.
Então, que possamos lutar contra tudo isso que ainda está na nossa cara e constituir uma sociedade melhor e de pessoas coerentes.
E parabéns a nossa querida ídola, que mais uma vez fez uma personagem tão odiada e ao mesmo tempo tão amada! Com talento inesgotável, uma proeza e uma versatilidade nas cenas, que era de se admirar.
 

Eterna Estrela Patrícia Pillar Copyright © 2011